sexta-feira, 10 de fevereiro de 2017

Saindo da zona de conforto - O que Jairo nos ensina?

       Uma atitude pode definir um futuro, independente das oportunidades que este propõe. Para muitos, diante de um impasse desses, não há nada a ser feito senão esperar a morte levar todo um projeto. Para outros há sempre uma atitude a ser tomada. É o simples e rotineiro questionamento: “O que fazer quando não há o que fazer?”.
            Deixe-me compartilhar algo interessante  com você, querido leitor. O nome de Jairo significa: Deus esclarece, Deus ilumina, aquele a quem Deus iluminou.
           Compreendemos que ao se colocar o nome numa criança nos tempos bíblicos vários fatores eram importantes nesse processo. O nome poderia representar uma profecia, um episódio (1 Samuel 1.21), a personalidade da criança (Gênesis 21.3,6). O chefe da sinagoga recebera esse nome como um prenúncio do que ele necessitaria futuramente.
           No meio daquele turbilhão vendo a morte se aproximar de sua filha, Jairo toma uma decisão crucial – sai de sua zona de conforto. Enquanto ele permanecesse ali veria a sua filha morrer diante dos seus olhos se poder fazer nada.
          Lamentavelmente essa é a realidade de muitas pessoas. Diante dos problemas se comportam como Pedro após pescar toda uma noite e não pegar nada – lavando as redes à beira da praia (Lucas 5.2). Quem assim procede só olha para os limites, impossibilidades, derrotas e fracassos, diante dos “não tem mais jeito” de quem não confia em Deus, porém aquele que sai da zona de conforto, daquilo que o limita, sai para conquistar o impossível.
         A decisão mais importante é tomada, Jairo vai ao encontro de Jesus. Nesse momento ele se despe de sua indumentária religiosa, esquece-se de sua posição no farisaísmo que não pode ajuda-lo quando mais precisava e vai em direção Àquele que era considerado uma ameaça para o seu seguimento religioso. Ele vai até Jesus.
            Lembrando que nessa altura do ministério de Cristo o nome do Senhor já estava em evidência. Muito se ouvia falar. Tanto que muitos que estavam presente quando Ele realizava seus milagres eram curiosos que ouviram sobre sua fama e ia confirmar se era real ( Mateus 11.5).

           Esta foi a decisão de um pai em desespero. Sua única alternativa era Jesus e assim aposta todas as suas fichas e parte em direção ao Mestre. 
          Querido leitor esta é a atitude que Deus espera de você.
         Saia da zona de conforto, daquilo que te limita e parta em direção Àquele que pode resolver o seu problema. Enquanto você permanecer neste marasmo você não terá outra visão além do fracasso e da morte, mas quando você for ao encontro de Cristo (Fé) consequentemente Ele irá em direção a sua vida (Graça).
          Ele mesmo nos prometeu eu sua Palavra:

                                          "... e o que vem a mim de maneira nenhuma o lançarei fora."  (João 6.37b)

          Deus em Cristo te abençoe ricamente!

Um comentário:

Geovani Santos disse...

A "zona de conforto" é o lugar comum de muitos crentes que ainda permanecem letárgicos aos postulados bíblicos e às admoestações preconizadas pelo Sacro Livro. Lembrando sempre que muitos vivem o milagre dos outros, a experiência dos outros e, por conseguinte, perdem a oportunidade de crescerem mais no Senhor com as suas próprias experiências. Quando Jairo saiu da sua "zona de conforto" ele pôde ter o seu próprio milagre e a sua própria experiência com Jesus. Um belo tema a ser desenvolvido em um próximo livro. Parabéns!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...